16 janeiro 2014

Direitos Autorais em Arquitetura






Quem nunca passou pela situação de ver um projeto seu copiado descaradamente por um "colega", e o viu passar impune? Ou, fez um anteprojeto, o cliente desistiu, e contratou outro profissional cobrando mais barato (arquiteto, técnico em edificações ou engenheiro) só para assinar, tomando como base para o projeto final, o seu partido? Fez um edifício para uma construtora, e ela replicou para outros terrenos, sem pagar?

Agora, talvez essa farra com as ideias alheias acabe. Para coibir essas ações, foi regulamentada a resolução sobre os direitos autorais em Arquitetura e Urbanismo. A norma considera que projetos, obras e demais trabalhos técnicos de criação são obras intelectualmente protegidas. Como usufriur desse direito,  na prática? 

1 - O registro dessas obras deverá ser requisitado junto ao CAU, que fará a análise dos pedidos. 
2 - A resolução especifica dois tipos de direitos autorais: os morais, relativos à autoria da obra intelectual; e os patrimoniais, que são os direitos de utilização da obra. Assim, projetos e outros trabalhos técnicos de criação somente podem ser repetidos com a concordância do autor. Quanto aos direitos morais, toda peça de publicidade ou placa que utilizarem um projeto ou obra devem especificar o nome do autor original.

Será considerado plágio a cópia de ao menos 2 dos itens abaixo:
* partido topológico e estrutural;

* distribuição funcional;

*  forma volumétrica ou espacial, interna ou externa.

A resolução recomenda indenizações em casos de violação desses direitos. Talvez agora, essa prática recorrente de cópia descarada da ideia dos outros em arquitetura, mude! 



10 janeiro 2014

Closet: tenha seu espaço de vestir


Closet de Gisele Bundchen
Closet masculino

Muitas pessoas tem como sonho possuir um closet em casa. Sem dúvida, este local para guardar as roupas, sapatos e acessórios e ainda espaçoso o suficiente para se trocar e olhar-se no espelho, é um item muito requisitado aos arquitetos.

Muitas pessoas que moram em apartamentos ou lugares pequenos optam por algumas reformas para a criação do closet, como a eliminação de um banheiro ou até de um quarto se serviço, transformando-o no local desejado. Alguns, já construindo a casa do zero, deixam o lugar do ambiente garantido desde o projeto.

Masculinos, femininos, compartilhados, despojados, vintage ou luxuosos: para aqueles que pretendem ter um belo closet em casa, ou estão precisando de inspiração para criar para o cliente...apreciem as imagens!


Closet com Espaço para as bolsas




VEJA MAIS IMAGENS:

09 janeiro 2014

Vídeo: A arte do Ladrilho Hidráulico




 


Um dos primeiros post do nosso Blog foi sobre o ladrilho hidráulico.   Este material construtivo muito utilizado no Brasil em tempos mais antigos, e até hoje no topo das tendências da ambientação de interiores, fascina clientes e arquitetos de várias regiões. Também, não é para menos: bonito, durável e charmoso!

Para homenagear esse trabalho tão artesanal e belo, um frupo da FAU USP desenvolveu um excelente vídeo, que mostra o trabalhoso processo de fabricação do ladrilho. Assista e conheça mais sobre essa arte!

Assiat ao vídeo "Ladrilho Hidráulico, uma arte um piso": http://vimeo.com/36099572



08 janeiro 2014

Manual para padronização de projetos em CAD




Muitas pessoas já se depararam com o problema de receber um arquivo CAD vindo de outro escritório e o mesmo não possuir layers iguais aos do seu, gerando toda uma reconfiguração, não é mesmo? Pensando nisso, um grupo de arquitetos resolveu desenvolver, baseado em Normas internacionais, um manual para  padronizar arquivos de AutoCAD.

No manual, publicado pela AsBea, estão previstos entre outros itens, diretrizes para a nomenclatura para layers, cores, organização das fases dos arquivos, tudo para garantir a intercambialidade dos projetos realizados em CAD.

Uma iniciativa muito legal, e que servirá de piloto para criação de uma Norma da ABNT. 

Quem já quiser ir se adequando ao padrões, pode fazer o download do manual aqui: http://www.asbea.org.br/download/AsBEA_Cad_Norma_R2011.pdf


07 janeiro 2014

LEGO Architecture Torre Eiffel




A LEGO acaba de lançar mais um item para a sua coleção Architecture/Landmarks. Desta vez, trata-se da emblemática Torre Eiffel. Idealizada em Paris, no ano de 1889 por Gustave Eiffel, sem dúvida o novo "brinquedo" irá agradar a todos os amantes das pecinhas de montar!





06 janeiro 2014

Agora é Lei: empreendimentos devem exibir em publicidade o autor do projeto


esse banner seria reprovado, pois não mostra a autoria do projeto

De acordo com nova Lei Federal e Estaduais, torna-se obrigatória a exibição em peças publicitárias (anúncios, banners, etc) o nome dos autores do projeto de arquitetura. Sem dúvida uma vitória para os arquitetos, que muitas vezes tinham seus nomes e de seus escritórios esquecidos pelos empresários, que não faziam questão de informar quem era o autor da obra. Ponto positivo para essa iniciativa do CAU/BR!

"A exigência é determinada pela Lei Federal n° 12.378/2010, que estabelece a criação do CAU. Pelas regras, o profissional ou empresa de arquitetura e urbanismo deve indicar em todo material que divulgue o empreendimento, como documentos, peças publicitárias ou placas, o nome dos autores e executantes do serviço, bem como o número do registro no CAU e a atividade a ser desenvolvida."

Quem não cumprir a determinação, receberá multa e terá o material publicitário recolhido.

Veja a notícia aqui: http://www.caubr.gov.br/?p=18338
04 janeiro 2014

Novo Código de Ética de Arquitetura e Urbanismo




O CAU/BR (Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil) publicou desde setembro do ano passado o novo código de ética que rege a profissão de arquiteto. Entre os vários itens para que o arquiteto exerça sua profissão de forma ética, está um que vem causando bastante polêmica: a proibição de cobrança de reserva técnica. Explicando melhor, seria aquele percentual que as lojas de móveis ou material de construção oferecem ao arquiteto quando o seu cliente realiza alguma compra na citada loja, como um bônus.

Muitas pessoas se mostraram a favor dessa proibição, pois argumentam que dessa forma o cliente tem uma compra mais transparente, e pode conseguir um desconto melhor. Enquanto outros, acham que que a existência da reserva técnica gera competitividade e aquece o mercado, construindo uma boa parceria entre o arquiteto e as lojas.

De qualquer forma, agora, receber reserva técnica é considerado anti-ético, porém muitos arquitetos e lojas ainda continuam com a prática, como se nada houvesse mudado, cabendo muitas vezes ao cliente que não queira que isso ocorra, se informar melhor.

Inclusive, segundo uma Lei em tramitação, a prática pode tornar-se até crime: http://www.caubr.gov.br/?p=18390

E vocês, o que acham? Reserva técnica é legal ou não?




LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...